O contexto de regulação da internet e os prazeres e perigos da sexualidade em comunidades virtuais

A internet, como meio de comunicação, facilita a formação de grupos e identidades, ao colocar em contato pessoas com interesses convergentes. Neste sentido, o Orkut, rede social do Google, se tornou um fenômeno do ciberespaço no Brasil, sendo levado em conta para este estudo em sexualidade e internet no país e que integra o projeto exploratório global de pesquisa EROTICS. Ao mesmo tempo em que se evidencia essa expansão no uso da rede mundial de computadores, surgem debates em torno da regulação da internet. Este é o cenário do qual trata este artigo e, para compreendê-lo melhor, acompanhamos, desde abril de 2009, o debate sobre regulação da internet no Brasil. Marina Maria e Bruno Zilli fazem a seguir uma contextualização desta discussão, tratando de como questões associadas à sexualidade e gênero têm sido abordadas na internet, apresentando uma análise etnográfica, ainda em construção, sobre uma comunidade do Orkut e explorando conexões e disjunções.
O presente trabalho diz respeito a uma fase da pesquisa em que ela ainda estava em desenvolvimento, portanto o informe não contem os resultados finais da pesquisa EROTICS da equipe brasileira, que estõo disponiveis no sumario executivo.
Year of publication: 
2010